Ebooks

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Infelizmente o 4shared bloqueou o acesso a conta onde eu armazenava os e-books (aparentemente tem algo haver com direitos autorais). Assim que tiver um novo site para armazenamento enviarei os links.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Exercícios e orientações para o Pós Operatório imediato de Artroplastia Total deJoelho

Hoje vou deixar algumas informações sobre exercícios a serem realizados com pacientes submetidos à ATJ. Vou basear este relato na minha experiência no INTO (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia – RJ)

Logo de cara é preciso enfatizar que a atuação do fisioterapeuta deve se iniciar antes mesmo da cirurgia.


Acima um RX de uma ATJ com encaixe perfeito (eu confesso que fico emocionado quando vejo uma readiografia assim!)

Mas voltando ao assunto: No pré operatório é interessante:

(1) Explicar os exercícios e cuidados que devem ser tomados no Pós-Operatório. --- Aqui considero importante reforçar a orientação de que num primeiro momento, o(a) paciente só deve sair da cama auxiliado por algum profissional do hospital, seja elefisioterapeuta, médico ou da equipe de enfermagem, e NUNCA sozinho (acreditem, tem gente que tenta ficar de pé assim que passa o efeito da anestesia!!!!).

(2) Investigar se o paciente tem algum problema respiratório prévio, alteração cognitiva, avaliar a mobilidade (como ele(a) realiza as transferências e trocas posturais, se deambula e se usa dispositivo auxiliar), o arco de movimento, a dor (ao repouso e movimento) e a força muscular no joelho a ser operado.

(3) Ensinar aos pacientes exercícios anti-trombóticos, exercícios respiratórios e exercícios isométricos de quadríceps e glúteos. E caso o paciente esteja acompanhado, reforçar estas orientações também com o(a) acompanhante.

OBS: Os exercícios de bomba de tibiotásica (antitrombóticos) são simples e extremamente importantes. A Trombose Venosa Profunda (TVP) é uma complicação comum após a ATJ. Para se ter uma idéia, sem profilaxia (sem medicamentos anticoagulantes e sem exercícios antitrombóticos precoces), a incidência de TVP pós ATJ varia entre 50-84%, porém com profilaxia este índice cai para 22-57% (clique aqui para referência)

No pós op imediato os exercícios terão como objetivo:

(1) Prevenir eventos trombóticos nos membros inferiores (é uma boa idéia fazer com os dois pés ao mesmo tempo)

(2) Manter a força e trofismo muscular, e de lambuja reduzir o edema pós-cirurgico (isometria de glúteos e quadríceps funcionam bem para isso)

Basicamente deverão ser realizados:


#1- Bomba de Tibiotársica - Este é um excelente exercício para se fazer assim que o paciente acordar do pós-op e conseguir movimentar os pés. Orienta-se que sejam feitos inicialmente 10 repetições a cada 2 horas, evoluindo para 25 repetições também a cada duas horas. Estas recomendações quanto ao número de repetições e freqüência variam de hospital para hospital.


#2- Isometria de Quadríceps – Este exercício fortalece os músculos ao redor do joelho e estimula o paciente a alcançar o máximo da extensão ativa. A grande vantagem da isometria é que trata-se deum exercício praticamente indolor mesmo no pós-op imediato. Na figura ao lado o paciente tem um apoio embaixo do tornozelo e é orientado a empurrar o joelho contra o leito. Uma outra forma de orientar o paciente é simplesmente por sua mão no oco poplíteo e mandar o paciente espremer sua mão contra o leito.

#3 – Exercício na amplitude final de extensão do joelho – Pode ser feito com um cobertor embaixo do joelho. Usando um cobertor ou travesseiro, coloque-o como um coxim logo abaixo do joelho e oriente o paciente a levantar o tornozelo do leito, manter uma isometria por 3-5 segundos na extensão máxima de joelho e então descer lentamente.



#4- Elevção com a perna retificada - Mais um exercício que trabalha quadríceps, mas desta vez em sua atuação como flexor da articulação do quadril. Complementando assim os dois exercícios anteriores. É importante ressaltar que diversos estudos apontam a força de quadríceps como principal fator associado com velocidade da marcha e redução de dor e incapacidades em pacientes com artrose. Além disso é o componente mais importante do mecanismo extensor do joelho. Desta forma, o quadríceps merece mesmo toda a atenção que estamos dando a ele.



#5- Exercício ativo livre de flexo-extensão de joelho. Ora, se o paciente está com pouca dor e já consegue fazer todos os exercícios propostos, porquê não uma atividade livre antes de botá-lo de pé ?



A propósito, recomendo que coloque o paciente sentado com as pernas para fora do leito o mais precocemente possível, se possível ainda no Pós op imediato (para evitar náuseas e vômitos, consulte a euipe de nutrição quanto ao horário em que a dieta será liberada, - este é o tempo previsto para o término dos efeitos da anestesia) vá elevando a cabeceira gradualmente, se não tiver nenhuma intercorrência, posicione o paciente sentado com as pernas para fora do leito . Esta sugestão é principalmente válida se você estiver tratando um idoso. Quem já fez uma cirurgia sabe: sentar no leito é um acontecimento tão importante quanto o ortostatismo!


Pronto pessoal, esses são os principais exercícios a serem feitos ainda no leito. Naturalmente ainda dá pra fazer muita coisa, isso depende da sua criatividade e das necessidades específicas de cada paciente. Assim, se você quiser, é possível realizar exercícios de flexo-extensão utilizando uma bola suíça pequena no leito, ou então incluir exercícios com resistência elástica progressiva (theraband), além de isometria de glúteos, exercícios de fortaleciemnto de glúteo médio, exercícios com o paciente sentado com os membros inferiores para fora do leito etc... Estes são os exercícios básicos e que vão funcionar em 99% dos pacientes.

Depois eu posto uma matéria sobre treino de atividades funcionais nestes pacientes

Até mais

9 comentários:

Frankllin disse...

Cara muito legal esse seu blog.. estou indo pro 4° ano de fisioterapia.. vai ser muito util.. tah adicionado nos favoritos.. vlw

Leusinha* disse...

Perfeito esse blog...
Ameiii .
Estou no 5° periodo de Fisioterapia e aki axo que encontrarei varias dicas.
Valeu msm!

Anna disse...

Poxa adorei esse blog!!!

Estou no 5º periodo de Fisioterapia.
Tenho muitas duvidas ainda em relação a eletroterapia.
Vcs teriam algum protolo para reab. de fratura de umero apos uma cirugia c 1placa e 7 parafusos.


Obrigada

Humberto Neto disse...

Olá Anna,
Que bom que vc gostou do blog. Este espaço é direcionado principalmente para os alunos de fisioterapia. Quanto ao protocolo de fratura de úmero, posso lhe afirmar que não existem protocolos tão específicos (osteossíntese utilizando 7 parafusos). Nestes casos, é preciso considerar uma série de fatores: (1) local da osteossíntese: proximal ou distal? (2)Há complicações? (ex: osteomielite ou lesão nervosa associada), (3)Há lesões associadas? (ex: se foi um atropelamento, houveram outras fraturas?) (4)quanto tempo entre a fratura e a cirurgia.
Isso sem contar outros fatores que devem ser levados em conta para a reabilitação ambulatorial como idade, sexo, atividade laboral, etc.
Pois é menina, espero não ter lhe assustado. Mas no mundo da fisioterapia é sempre bom tentar enxergar os nossos pacientes de forma mais completa possível. Podemos seguir protocolos, mas é essencial saber que o protocolo norteia nossa conduta, mas devemos ter conhecimento para moldá-lo à realidade de nossos pacientes.
Espero ter explicado mais do que complicado. Qualquer problema estou à disposição
Abraços e boa sorte.
Humberto

leialorenzatto disse...

muito legal o seu blog, nao sou estudante de fisio mas pela sugusnda vez fis cirurgia no joelho e assim fico sabendo se estao fazendo o certo em minhas fisio ou nao, obrigada

Angel disse...

Muito legal o seu blog, tb n sou estudante de fisio, mas acabo de ter uma fratura de patela, e em pesquisa como será o tratamento depois do gesso....encontrei essas informações em seu blog. Mas tenho uma curiosidade, esses exercícios só podem ser feitos depois da fase do gesso mesmo, ou ainda com ele, tb já posso fazê-lo?
Desde já, obrigada pelas dicas! Sucesso sempre!!

Humberto Neto disse...

Olá Angel,
Converse com o médico que lhe operou, pois dependendo do local e da gravidade da fratura, a melhor coisa a se fazer é o repouso total.
Atenciosaemnte
Humberto

Anônimo disse...

sou fisioterapeuta... gostei muito do seu blog
parabens e util nao só para quem esta graduando, e tambem para quem ja atua na area... afinal ninguem sabe tudo e duvidas sempre existirao

abraçao
add

ANTONIO disse...

Nunca imaginei que um dia fosse me operar, todavia o meu joelho direito começou a doer e depois apresentou inchasso. Fui ao mádico e este recomendou-me que fizesse uma ressonancia magnética e quando apreciou o resultado,optor por fazer uma cirurgia, fiz a passo bem. So a enestesia RACK me encomodou um pouco, pois nunca tinha tomadou. A fisioterapeuta recomendo-me alguns exercicios, que estou fazendo.