Ebooks

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Infelizmente o 4shared bloqueou o acesso a conta onde eu armazenava os e-books (aparentemente tem algo haver com direitos autorais). Assim que tiver um novo site para armazenamento enviarei os links.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Prova comentada do Concurso da Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil- Parte 1 questões 21 a 30

Essa é a primeira vez que eu comento uma prova de concurso. Os comentários foram feitos com base em pesquisa em livros e internet, deixo sempre que possível alguns links sobre o assunto. Espero que este post seja útil, e ajude você a conseguir uma vaga. Qualquer dúvida, crítica ou sugestão deixem registrado como comentário para que eu possa aperfeiçoar esta postagem. Irei comentar somente a parte de conhecimentos específicos, e as respostas obedecem ao gabarito oficial.

21: As metas de tratamento do paciente com lesão cerebelar são:
A) Ganho de arco de movimento, abolimento de algias, e normalização da sensibilidade.
B)Estabilização postural, ganho de força muscular e abolimento de algias
C)Precisão do movimento, ganho do arco de movimento e estabilidade postural
D)Ganho do arco de movimento, ganho de força muscular e precisão do movimento
E) estabilidade postural, transferência postural e precisão do movimento

Pergunta sobre conhecimentos da fisiologia e fisiopatologia do cerebelo. O cerebelo é uma estrutura classicamente relacionada com a coordenação motora, portanto não participa da interpretação tátil, tampouco seus sintomas evoluem para condições álgicas ou de limitações do arco de movimento. Portanto, as alternativas A, B C e D estão erradas.
Lesões cerebelares cursam com: ataxia (falta de coordenação, caracterizada por distasia, disbasia, disdiadococinesia, disartria, dismetria) tremor de intenção, astenia, hipotonia e nistagmo.
Funções relacionadas à coordenação motora são afetadas nas lesões cerebelares. Assim, estaria correto dizer que as metas de tratamento são: estabilidade postural, transferência postural (envolve coordenação e equilíbrio) e precisão de movimento.
Gabarito: Alternativa E

link1- O cerebelo e cognição /link2- informações gerais sobre o cerebelo


22: A cognição é um item importante em alguns métodos de tratamento fisioterápico Para avaliá-la, utiliza-se a avaliação da função mental. Fazem parte desta avaliação:
A)Memória declarativa, denominação e acuidade visual
B)Memória declarativa, reflexos profundos e estereognosia
C)Orientação, cálculos e memória declarativa
D)Nível de consciência, balismo e identificação visual
E) Compreensão, memória declarativa e tiques

Para responder esta questão, inicialmente é preciso entender que as alterações sensoriais (tato, paladar, visão, audição, olfação, propriocepção e cinestesia) embora contribuam para alterações cognitivas, NÃO fazem parte da sua avaliação específica. Do mesmo modo alterações motoras como balismo, tiques, alterações dos reflexoas profundos ou do nível de consciência não são parte da avaliação cognitiva. Assim, as alternativas A, B, D e E estão erradas. Para responder esta questão me baseariam no Exame Minimental, que avalia a função cognitiva. Trata-se de um teste dividido em orientação (espacial e temporal), retenção (também interpretável como memória), atenção e cálculo, retenção (memória declarativa), linguagem (denominação)e habilidade construtiva. Veja os links abaixo para saber mais.
Gabarito: Alternativa C
Algumas considerações sobre cognição, mini mental, e avaliação por meio do mini mental


23: A reeducação do tronco é um item importante para a reabilitação do paciente hemiplégico. São movimentos básicos do tronco seqüenciais a serem utilizados no rolamento:
A)Iniciação com flexão lateral assimétrica/ Iniciação com rotação da parte superior do corpo para o lado sadio
B)Iniciação com flexão/ rotação da parte superior do corpo, Iniciação com extensão/ rotação da parte inferior do tronco e iniciação com flexão lateral simétrica
C)Iniciação com extensão/ rotação da parte superior do tronco/ iniciação com flexão/ rotação da parte superior do tronco e iniciação com flexão lateral assimétrica
D) Iniciação com rotação da parte superior do tronco para o lado sadio/ Iniciação com flexão lateral simétrica
E) Iniciação com rotação da parte inferior do corpo para o lado sadio/ iniciação com extensão lateral assimétrica.

Essa questão é meio complicada. baseio minha resposta no livro "exatamente no centro" da Patrícia Davies. Basicamente o paciente hemiplégico deve rolar utilizando flexão de tronco (padrão mais fisiológico) e dissociação de cinturas, em um moviemento simétrico (organizado) iniciando-se pela cintura escapular.
Assim, as alternativas B, C e E estariam erradas por conterem um componente extensor, e a questão A por conter assimetria. Gabarito Oficial: Letra B. Mas na minha opinião, a resposta correta é D

24: É de fundamental importância para a neuroplasticidade:
A)Adrenalina
B)Células de Betz
C)Líquido cefaloraquidiano
D)Células amácrinas
E)Células neurogliais


A idéia básica da neuroplasticidade envolve o entendimento de como se comporta o SNC após uma lesão. Os processos podem ser resumidos em duas situações: (1) em primeiro lugar, neurônios íntegros buscam caminhos alternativos para efetuar a resposta motora, realizando sinapse com neurônios que se modificam em relação a sua efetividade. (2) Em segundo lugar, frente a determinada lesão, circuitos e trajetos nervosos diferenciados são procurados.
Logo: A adrenalina, embora também atue como neurotransmissor, não tem papel fundamental na neuroplasticidade. As céls de Betz, embora façam parte da estrutura celular do cérebro, também não são fundaentais neste processo pois estão localizadas apenas no córtex motor primário. O Líquido Cefaloraquidiano dispensa comentários neste sentido. Quanto às células amácrinas... bem, não tenho idéia do que elas fazem. Se fossem importantes para a neuroplasticidade seriam mais conhecidas e comentadas nos cursos de fisioterapia neurológica. Finalmente a neuroglia são células não neuronais proporcionam suporte e nutrição aos neurônios As células de glia têm a importante função de produzir moléculas que modificam o crescimento de dendritos e axônios, portanto:

Gabarito: Alternativa E
Para saber mais: Neuroplasticidade, neuroplasticidade e reabilitação

25)Correlacione as patologias listadas na coluna da esquerda com seus respectivos padrões de marcha, apresentado

1)Doença de Little
2)AVC
3)Polineuropatias
4)Miopatias
5)Doença de parkinson.

s na coluna da direita. QUESTÃO ANULADA

( ) escarvante
( ) festinada
( ) ceifante
( ) tesoura
( ) anserina








A) 5,1,2,4,3
B) 3,4,5,1,2
C) 2,4,5,3,1
D) 4,3,1,5,2
E) 1,2,3,5,4


Mesmo anulada vamos lá: Doença de Little é um termo pouco usado no Brasil para descrever a paralisia cerebral do tipo diplegia espástica. Portanto, tipo de marcha = tesoura
AVC (deixando como sequela hemiparesia) = ceifante
Polineuropatias. As polineuropatias são um grupo extenso de doenças neuromusculares, e não há padrão típico de disfunção da marcha, mas neste caso eu chutaria escarvante ou anserina (dependeria do meu humor no momento da prova)
Miopatias. Idem explicação e resposta das polineuropatias
Doença de Parkinson = festinada
Para saber mais segue um link com vídeos sobre alterações da marcha
26) Saõ sintomas de lesão cerebelar:
A)Dissinergia,vertigem e miose
B)Disdiadococinesia,atrofia muscular e anosmia
C)Dismetria, dissinergia e disdiadococinesia
D)Parestesia, miose e dissinergia
E)Dismetria, Disdiadococinesia e oscilopsia

R: A explicação é a mesma da questão 21
Gabarito C
27: A manobra de Dix Hallpike é empregada para testar:
A)Rigidez
B)Doença de Huntington
C)VPPB (Vertigem Posicional Paroxística Benigna)
D)Ataxia
E)Apoplexia
Esta questão avalia se o candidato tem noções de reabilitação vestibular. Pois a manobra Dix Hallpike é específica para VPPB.
Gabarito: Letra C
para saber mais: link1, ou assista a manobra no Youtube

28:Fáscies típico "em machadinha"é característico da distrofia:
A) Miotônica de Steinert
B)Duchenne
C)Fascioescapuloumeral
D)oculofaringea do idoso
E)cinturas
Segundo a banca o gabarito é letra A , se alguém souber o que ou como é uma fáscies em machadinha por favor deixe um comentário. Se serve de consolo, deixo um link para um texto interessante sobre distrofias


29: Em relação à Esclerose Múltipla, é correto afirmar que:
A)Os pacientes apresentam movimentos voluntários incoordenados, hipotonia e neuropraxia.
B)Os pacientes têm o controle dos esfíncteres, tanto parea micção como na evacuação intestinal
C)Os pacientes não apresentam sensibilidade ao calor
D)A espasticidade ocorre principalmente nos pacientes com lesão medular.
E)Trata-se de um processo degenerativo, geneticamente determinado, e afeta homens com maior frequência.


Por ser uma doença desmielinizante so SNC, os sintomas motores são semelhantes aos de lesão do primeiro neurônio: espasticidade, hipereflexia e sinal de babinski. Assim, exclui-se hipotonia e neuropraxia (que é uma lesão de segundo neurônio).
Uma vez que a esclerose múltipla pode afetar qualquer área do SNC, seus sintomas iniciais motores e sensitivos são variáveis, assim as alternativas Be C são generalizações que não caracterizam uma constante da doença. Assim, é possível que um determinado paciente tenha a sensibilidade térmica afetada, mas definitivamente isso não é uma característica da patologia.
A etiologia da Esclerose múltipla ainda é desconhecida. Logo a alternativa E está errada
Quanto à espasticidade ocorrer principalmente nos pacientes com lesão medular, esta é uma afirmação lógica, uma vez que lesões encefálicas devido a esclerose múltipla podem afetar além de áreas potencialmente geradoras de espasticidade, também áreas sensitivas, do sistema límbico ou nervo óptico, enquanto lesões medulares podem lesar apenas vias aferentes ou eferentes assim, a grosso modo 50% de chance de gerara sintomas motores.
Gabarito: Alternativa D Para saber maisl link1 , link2
30:A síndrome talâmica é caracterizada por:
A) Hemianopsia homônima, afasia e hemiplegia contralateral
B) Hemiparesia flácida, perda hemissensorial contralateral e dor intensa
C)Hemiparesia flácida, hemiplegia contralateral e alteração da personalidade
D)Dor intensa, perda de sensibilidade e alteração da personalidade
E)hemianopsia homônima, dor intensa e perda hemissensoria
A síndrome talâmica, também conhecida como síndrome Déjerine-Roussy, caracterizada por pertubações da interpretação sensitiva a nível cortical ou hemiparesia transitória, a qual está associada hipérestesia e dor intensa. As sensações e sentimentos tanto agradáveis quanto desagradáveis são exagerados. Todas as mensagens sensoriais, com exceção das provenientes dos receptores do olfato, passam pelo tálamo antes de atingir o córtex cerebral. O tálamo também está relacionado com alterações no comportamento emocional; devido a suas conexões com estruturas do sistema límbico.
Segundo o livro: Diagnóstico topográfico em neurologia (Peter Duus, editora cultura médica), a síndrome talâmica caracteriza-se por: hipoestesia contralateral (em alguns casos dor), distúrbio da afetividade, hemiparesia contralateral.
hemianopsia refere-se à perda de campo visual, portanto as alternativas A e E estãoe erradas.
Como as outras alternativas não especificam o dimídio afetado, a mais correta é a B, embora eu ache estas respostas muito mal formuladas,ma válá
.
Gabarito: Alternativa B Para saber mais sobre o tálamo acesse este link

3 comentários:

hamilton disse...

Parabéns pelos comentários da prova, muito bom mesmo, espero por mais...

Hamilton disse...

Parabéns pelos comentários sobre esta prova, muito bom mesmo, aguardo por mais...

Anônimo disse...

Na questao 25 qual a letra do gabarito oficial? Nao encontro a responta, para mim seria : 3,5,2,1,4! Obrigada!