Ebooks

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Infelizmente o 4shared bloqueou o acesso a conta onde eu armazenava os e-books (aparentemente tem algo haver com direitos autorais). Assim que tiver um novo site para armazenamento enviarei os links.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

. . . enquanto isso na novela viver a vida . . .


Pessoalmente eu não curto muito assitir novelas, mas por motivo de força maior (entenda-se minha esposa), acabo vendo alguns trechos das novelas da Globo.
Recentemente li no blog Mobilidade Funcional uma nota de repúdio do CREFITO-SP em relação à um diálogo da novela. Eu não assisti esta parte, pois provavelmente devia estar ocupado fazendo alguma coisa de útil como cortando as unhas do pé ou lendo o gibi da turma da mônica... enfim, pelo que li no blog do Rodrigo, o diálogo foi uma tremenda gafe, principalmente em tempos de ato médico. Mas esse tipo de coisa não me surpreende, pois mal gosto é algo típico da Rede Globo, vide Faustão, Galvão Bueno e Zorra Total, isso só pra citar algumas pérolas.

Ontem eu assisti a um capítulo inteiro só pra exercitar o meu espírito de porco e poder criticar as gafes da novela. Ao término da minha análise crítica sobre este programa, cheguei à conclusão de que a assistr a novela viver a vida é tão útil pra mim quanto ler bula de absorvente íntimo feminino:
"Pode ser curioso, algumas vezes até engraçado, mas definitivamente não me acrescenta nada de útil."

Influenciado pelo CQC, segue abaixo uma relação de 10 coisas bizarras da novela viver a vida:
(1) A família da Luciana (que é muito, muito, mas muito podre de rica) poderia ter fretado o Jatinho-UTI e levado a moça para algum centro de referência em Lesão Medular em Israel ou na Europa para que ela fosse operada em um hospital equipado com o que há de mais moderno em termos de neurocirurgia. Mas ao invés disso, eles preferiram trazê-la ao Brasil e operá-la em um hospital geral do RJ.

(2) E por falar nisso, a descompressão medular dela não era uma urgência?

(3) Agora uma questão filosófica-existencialista: Quem está maquiando a Luciana na UTI?

(4) Apesar da demora na cirurgia, eu tenho de dar o braço a torcer, pois o neurocirurgião que operou a Luciana é um cara excepcional, não deixou nem mesmo edema residual. Considerando que a lesão foi alta e que o acesso cirúrgico foi anterior, me comovi quando a vi gritando com a mãe poucos dias após a operação (essa parte da novela eu vi).

(5) No hospital não tem enfermeiras e nem técnicas?

(6) A parte do fisiatra eu pulo.

(7) Se o Hospital que ela está internada é tão bom, porque eles não tem um colchão pneumático ou mesmo um simples "caixa de ovos". Pô, nem mesmo um travesseiro eles deixaram com ela...

(8) Por falar nisso, Acho que a equipe de reabilitação da novela está esperando aparecer a primeira úlcera de decúbito pra começar a orientar mudanças de decúbito a cada duas horas...

(9) Apesar do grande número de monitores à beira do leito (que denota no mínimo preocupação com a estabilidade clínica da paciente) ela não tem sequer um acesso venoso... se ela se encontra tão estável clinicamente, porque não dão logo alta? Olha a infecção hospitalar!

(10) Acho que além da descompressão medular foi feita também uma artrodese vertebral sinistra, aparentemente desde o Occipital até mais ou menos T12, pois mesmo sem nenhum apoio cervical ela mantém a cabeça em posição neutra tanto acordada quanto dormino. Como eu disse... sinistro!

Bem, quero terminar dizendo que eu precisava tirar um sarro dessa novela. Acho que laveia alma de muita gente por aí. Quero agradecer a inestimável acessoria novelesca da estagiária Fernanda, das enfermeiras e técnicas do INTO e também de Dona Mercedez, minha vizinha de 79 anos, telespectadora assídua da novela viver a vida.

8 comentários:

Geraldo Barbosa disse...

Caro Humberto,
Também li o texto publicado no Blog Mobilidade Funcional, do colega Rodrigo Quieroz, e deixei lá um comentário.

Quero parabenizá-lo pelo texto " enquanto isso na novela viver a vida...". É inegável o padrão de qualidade técnica dos equipamentos de transmissão da emissora, para não falar do território continental que ela cobre; por outro lado, é lamentável que se curve a interesses corporativistas,
passando para o público incauto,informações deturpadas do exercício da Fisioterapia, cuja proteção ética e social está sob os cuidados do egrégio Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - COFFITO, por outorga direta do Estado Brasileiro,por meio do Decreto-Lei 938/69,da Lei 6316/75 e de outros diplomas legais.

Fica aqui registrada a minha indignação, pelo modo com que fomos tratados no folhetim televisivo.

Um grande Abraço, Geraldo Barbosa

RODRIGO QUEIROZ disse...

Prezados, conforme alguns encaminhamentos propostos pelo Geraldo Barbosa, estamos aquie em jequie-ba e região agindo...

Deixei um post lá, acho que o momento é de criarmos emendas alterando o texto do PL, para travarmos ele no senado. Nossos senadores aqui da bahia já estão cientes, preciso da ajuda de vocês....

Vamos para a luta é hora de vento na cara....

carol disse...

Primeiramente: adoro o seu blog, me faz rir em momentos difíceis que atravessamos na profissão...sobre este post, resumiu todo o que eu venho dizendo sobre "a tetraplégica da novela", e olha que eu nem vejo a novela!!!!!
A produção da Globo deveria ser mais cautelosa, ao invés de cometer erros tão idiotas como estes que vc destacou (inspirado pelo CQC).

Até na novela das 8 vai ter que rolar um:

NÃO AO ATO MÉDICO!!!!

pada disse...

ta demais essa hein? é melhor a gente perder tempo e assistir " vim ver artista" do casseta. abraço

Diana disse...

RSRSRSRSRS...A-DO-REI!!!Sempre fazia as mesmas observações com a minha mãe, só que ela não entende muita coisa...A Rede Globo poderia ter feito uma pesquisa com relação ao assunto!Abç,Diana!

Anônimo disse...

Acho que quem vai ficar com úlceras é a atriz, que outro dia disse que fica horas gravando... Sem falar que a fisioterapia motora dela se resume ao punho e cotovelo...

Anônimo disse...

Realmente essa novela é um desastre, não só por que está criando ilusões nos pacientes tetraplégicos de que podem voltar a andar, mas também por que mostra a fisoterapia como se fosse uma qualquer e pior é atuação da fisioterapeuta que não saber nem transferir a paciente de decúbito doral para sedestração e o detalhe da paciente ficar sentada sem quase apoio nenhum. Falta de respeito da Globo com os fisioterapeutas e com a ilusão que está criando nos pacientes tetraplégicos.
Abraços!

moscardini disse...

MENINO.. ALÉM DE BOM PROFISSIONAL QUE VC DEVE SER.... TEM UM TALENTO CÔMICO....UMA "PERSPICÁCIA EM ESCREVER CRÍTICAS QUE TODO BOM HUMORISTA TEM.
TB NÃO ASSISTO AO FOLHETIM, DE PASSAGEM NA CASA DO MEU BROTHER VI ALGUNS CAPÍTULOS...ESTARRECIDA NEM TANTO COM A PROPOSTA DE TORNAR MAIS POPULARESCOS ACIDENTES COMO O DA LUCIANA,MAS SIM COM AS PESSOAS MARAVILHADAS COM O DESEMPENHO DA ATRIZ, DA DIREÇÃO E PASMEM COM A ATUAÇÃO DOS FISIOS(SOU DA ÁREA DE EDUC FÍSICA)..A LESÃO DA MOÇA A TORNOU TÃO "DÉBIL".."Ô MANHE"!!!!
É MEU CARO PLIM PLIM!!!
ABRAÇO