Ebooks

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Infelizmente o 4shared bloqueou o acesso a conta onde eu armazenava os e-books (aparentemente tem algo haver com direitos autorais). Assim que tiver um novo site para armazenamento enviarei os links.

sábado, 19 de junho de 2010

Estalar os dedos faz mal?


Ao tentar responder a pergunta inicial “porquê os dedos estalam?”, não poderia imaginar os desdobramentos que este tema teria. No final, percebi que arrumei sarna pra me coçar pois várias outras questões surgiram: Todo ruído articular é causado por cavitação? Estalar os dedos causa artrose ? existe algum benefício em se estalar uma articulação?, Dedo estalado tem gordura trans? e por aí vai...
De fato, eu adoraria responder estas perguntas para satisfazer minha curiosidade (e de muitas outras pessoas), mas este tipo de pesquisa dá muito trabalho e acaba atrapalhando a frequência das postagens do blog. Por causa disso, abordarei hoje somente a questão de se estalar os dedos faz mal, e deixarei os outros temas para serem discutidos aos poucos, ao longo dos próximos meses.


ESTALAR AS ARTICULAÇÕES FAZ MAL? . . . O QUE DIZEM OS CIENTISTAS.

Dois trabalhos publicados buscaram responder esta pergunta. São publicações antigas (The consequences of habitual knuckle cracking. West J Med 1975; e Effect of habitual knuckle cracking on hand function. Ann Rheum Dis 1990), mas que por sorte estão disponíveis on line.
No trabalho publicado em 1975, idosos com o hábito de estalar os dedos foram comparados com aqueles que não tinham este costume. Os autores realizaram exames clínicos e radiográficos em busca de sinais degenerativos articulares como artrose, osteófitos e alargamento ósseo nas articulações metacarpofalangeanas. Esperava-se encontrar uma incidência maior de processos degenerativos nos “estaladores” do que nos “não estaladores”. Mas isso não ocorreu, e a conclusão foi a de que a consequência principal do hábito de estalar os dedos parece ser o efeito irritante causado naqueles que são obrigados a ouvir os cleckes.
No segundo trabalho, publicado em 1990, foram investigados 300 pacientes e também não foram encontrados indícios de que o hábito de estalar os dedos esteja relacionado a alterações degenerativas. No entanto foi observado uma maior incidência de edema nas mãos e redução da força de preensão manual entre os “estaladores”. Acho importante ressaltar que estes resultados devem ser vistos com cuidado, pois pode haver aqui um viés de confundimento. Pois metodologicamente falando, as duas populações (“estaladores” e “não estaladores”) eram bem diferentes, sendo o grupo dos “estaladores” composto por trabalhadores manuais e também tendiam a fumar, beber e roer as unhas mais frequentemente do que os “não estaladores”. Sendo assim, quem me garante que este edema e a redução da força não sejam causados pela interação destes fatores e não pelo estalar de dedos?
É importante ressaltar que estes trabalhos não oferecem respostas definitivas. A única certeza que posso ter é que estalar os dedos é bom demais e me dá um alívio danado!
Ah! antes que eu me esqueça, tem um outro tipo de estalo articular que não é causado pela cavitação, e que pode causar lesões do tipo microtrauma. Este outro ruído é causados pelo ressalto do tendão contra o osso. Quer saber como diferenciar um do outro? Muito simples:
Se o estalo foi causado por cavitação, você vai precisar esperar uns 30 minutos até estalar novamente a articulação. Se você puder causar o estalo repetidas vezes sem necessidade de esperar, então é possível que seja causada por algum tendão resvalando em contato com o osso e, neste caso, a repetição do estalo pode causar uma inflamação no tendão ou seja: uma tendinite.
Ok pessoal, minhas moini férias estão acabando e a partir de segunda-feira volto a postar com a frequência de sempre.
Hasta la vista amigos

26 comentários:

Patricia Lobo disse...

Olá Humberto, é isso ai, também acho que este assuntos são muito polêmicos e que o blog acaba parecendo uma sala de aula online hehehe, pois muitas questões e dúvidas surgem. Mas acredito tb, que nós que seguimos o teu blog tb deveríamos buscar informaçoes que complementassem a tua postagem ou pelo menos relatar nossas experiências e especular tb.
Por isso, tenho pesquisado e verificado que muitos falam de crepitaçao, e é algo que indica processo articular degenerativo (princ. cartilagem hialina), e tambem crepitação óssea na qual indica fratura ou fragmentos ósseos. Ou seja, pode se dizer que no teu exemplo da tendinite, este estalar pode ser considerado o mesmo que crepitação articular??
Realmente acredito que isso seja pra mim um problema de nomenclatura, que não consigo entender. Estalar é o mesmo que crepitaçao? Como distinguir qual estrutura esta em questão, articular, óssea, tendinosa..?

Obrigada

Humberto Neto disse...

Olá Patrícia,
Pelos seus comentários frequentes vejo que você captou o espírito do blog. Eu gostaria que mais pessoas se manifestassem em debates, mas aparentemente não sou provocador o suficiente rsrsrs.
Em relação a crepitação, eu acredito que a presença de crepitação indica que há algo de errado com a cartilagem, pois ela foi feita para permitir o movimento suave e em resistência de uma articulação. Podemos pensar em crepitação como se houvesse areia dentro da articulação, assim ela acontece de forma continua ao longo da ADM, enquanto estalo do tendão, acontece sempre no mesmo ponto da ADM, e geralmente é um evento isolado, ou seja, ele não acontece na volta do movimento.
Não sei se fui claro... acho que isso merece uma postagem não é mesmo?
Bjs e obrigado pelos comentários.

Patricia Lobo disse...

Eu que agradeço pelas suas explicações e pelo tempo (que é precioso) gasto para manter o blog e ainda responder algumas perguntas cabeludas de alguns blogueiros chatos hihihi.
Bem, acho que vc foi muito claro e agora já entendi melhor, e penso que o que tenho feito esteja dentro desta lógica.
Tenho verificado que tenho estes dois tipos de pessoas, e que realmente os que tem crepitação também tem rigidez articular, acredito que se torne mais "fácil" lidar com a situação, tratando-se quase que de uma osteoartrose (trabalhos de fortalecimento muscular - isometricos e isotonicos- mobilidade articular etc.). Já estalo do tendão, em que muitos casos nao existe dor, existe uma maoir tendência a movimentar e insistir e como vc disse pode surgir mais tarde uma tendinite.
Acho sim que é motivo de sair do forno mais uma postagem sobre isso tb, um assunto puxa o outro e por isso acho que os blogs não terão mais fim hihihi, ainda bem.
Parabéns pelo seu trabalho.
Abraços

pada disse...

Ta bom Humberto. Eu vou comentar também, para diminuir o seu drama. Concordo com vcs dois sobre os estalidos ou crepitações. Sempre que encontro esse achado nas articulaçòes, os pacientes tem um controle motor pobre ou ineficiente, o que facilita ainda mais o desgaste e estabilidade. Muitas vezes também com o trabalho de controle muscular e fortalecimento os estalidos ou crepitaçòes diminuem ou até mesmo desaparecem. A degeneraçào não muda, mas pelo menos acredito que seja um fator a menos para o desgaste.
O som da crepitação é diferente. Envolve desgaste, parece um rangido de porta sem óleo. Já os estalidos ocorrem em muitos tecidos. Lembra dos pacientes com 300 pontos gatilhos humberto? Lembra como a banda tensa estalava ao ser avaliada? Acho que é mais ou menos por ai.
abraços a você. Teu blog ta cada vez melhor. Estou chegando lá. HEHE
abraços

Humberto Neto disse...

Tem razão Artur, acho que a melhor descrição para crepitação seja mesmo o de "porta rangendo", e complementando a valiação, se você puser a mão no joelho de um paciente com artrose (ou qualquer outro processo degenerativo) e pedir para realizar flexão e extensão, é possível sentir vários "estalidos", ou como eu prefiro descrever "como se a articulação tivesse areia dentro".
Valeu pelo comentário, sempre enriquecendo as postagens!
Grande abraço

Anônimo disse...

eu qeria saber se estalar os dedos preojudica qem vai tocoar teclado como eu

Anônimo disse...

prejudica, se vc estalar os dedos e tocar teclado vc morre cara.
espero ter ajdado, flw

Anônimo disse...

eu não acho que faz mal pois depois de eu estralar os dedos fico com mas força

cadmo disse...

eu gosto de estalar.

Anônimo disse...

eu sou viciado em estalar os dedos não consigo parar de estalar os dedos um segundo,é acho que faz mal mas não consigo que pena né.
Falo.

Josafá Lins Moraes disse...

É esse negócio de estalar os dedos é meio complicado mesmo, no entanto muito obrigado pelas dicas.

Anônimo disse...

eu estalo os dedos a uns 2 anos, sempre estalei, tenho 14 anos, e apareceu um caroço interrado no meu dedo anelar, no comecinho dele, esse caroço apareceu ano passado, ficou um tempinho sumido mas derrepente voltou e doendo, mas dói só qnd toco nele, é muito chato, o que eu devo fazer, só ir ao médico?

Anônimo disse...

eu quiz dizer: **estalo sempre**

Rodrigo Graça disse...

Não percebi! Estalar não faz mal pois não? Mas se for aquele estalar que temos de esperar meia hora já faz? Mas esse é o estalar que todos os meus dedos dão! Tenho sempre de esperar um X para voltar a faz-elo.

Anônimo disse...

Olá eu gosto de estalar os dedos pois e muito bom :D,mas eu nao espero 30 minutos as vezes 10 min eu ja consigo estalar de novo isso pode me trazer problemas ?

Anônimo disse...

EU consigo estalar os dedos de segundo a segundo sendo assim os tendoes a raspar no osso alguem me pode ajudar o que posso fazer para isso parar? Vlw

Dulce disse...

Olá, Humberto muito interessante seu blog. Esclarescedor.Pois bem, aí minha dúvida: há uns anos atrás comecei a ter estalos fortissímos na cabeça do fêmur de ambas as pernas, tirei raio x e nada acusou. Mas agora há posições em que fico e tenho dores e tenho também uma dor que irradia para toda a perna, tenho também que estalar uma parte das costas, se não tenho fortes dores. Pode ser falta de cálcio?
Abraços Dulce

Anônimo disse...

e estralar o pinto faz mal?

Anônimo disse...

qui ridiculo o seu (idiota)comentario porque nao pergunta isso para sua mae
e veja se ela gosta

Anônimo disse...

Nem li u.u

Anônimo disse...

Ninguém te perguntou.

maria brito disse...

olá meu nome é valeria é sempre tive muita dor em minhas juntas.agora tenho 20 anos é estou notando que minhas dores estão piorando cada ves mas tem dia que nem aguento de tanta dor não sei oque fazer pós moro em uma cidade pacata bem pequena é não tenho condição de tratamento.principalmente meu (joelho)que estrala com frequência chegando aficar dormente com dor sofro muito com isso ,por causa desse meu caso estou ficando sem animo para saber oque não é sentir dor.

maria brito disse...

SERA SE VOCÊ HUMBERTO NETO PODE ME DIZER.?

Henrique Martello disse...

Oi Maria Brito, procure imediatamente um médico reumatologista, pode estar ocorrendo inflamações nas suas articulações, normalmente quando isso ocorre apresentam um caráter evolutivo degenerativo, se não tratado. Hoje os exames para diagnóstico assim como os tratamentos estão mais desenvolvidos. Procure ajuda.

Anônimo disse...

Eu estalo os dedos sempre, mas o pulso da mão esquerda, os dois dedos indicadores e o pé eu consigo estalar a hora que eu quiser, agora que eu vi que isso dá problema é melhor eu parar, rs

Anônimo disse...

wissen, ich fand diese wirklich coole Geschichte, aber ich reiße meine Finger, und ich bin nicht alt
aber ich denke, es tut nicht weh, ich Pop den Finger zu 20 Jahren ...
Danke
;)