Ebooks

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Infelizmente o 4shared bloqueou o acesso a conta onde eu armazenava os e-books (aparentemente tem algo haver com direitos autorais). Assim que tiver um novo site para armazenamento enviarei os links.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Exercícios Pendulares de Codman


Ernest Amory Codman, (1869 - 1940) foi um cirurgião norte americano que fez importantes contribuições em seis diferentes campos da medicina (anestesiologia, radiologia, cirurgia de úlcera duodenal, oncologia ortopédica, cirurgia do ombro, e também no estudo de desfechos clínicos – mais tarde seria considerado um dos pais da medicina baseada em evidências).

Em 1934, ele propôs um tipo especial de mobilização do ombro, especialmente recomendada após o reparo do manguito rotador. Os exercícios de Codman, ou exercícios de pêndulo, como também são conhecidos, consistem basicamente na realização de uma automobilização por meio de movimentos circulares e pendulares com o braço, obtidos com movimentos suaves do tronco, sem a contração de qualquer músculo do ombro.
Segundo o livro “Exercícios Terapêuticos, fundamentos e técnicas” (Kisner e Colby), estes exercícios ajudam a aliviar a dor através de movimentações oscilatórias com leve tração e dão mobilidade precoce as estruturas articulares e líquido sinovial. A ênfase do exercício está em manter o ombro e o braço o mais relaxados possível. Neste sentido, existe uma discordância entre os profissionais quanto ao uso de pesos durante a execução deste exercício. Alguns argumentam que para relaxar bem, o paciente não deveria segurar nenhum peso, enquanto outros defendem que o peso ajudaria no alongamento e tração da glenohumeral... ambos os lados têm bons argumentos, e ainda não há estudos definitivos sobre o assunto.

Os exercícios pendulares de Codman são uma forma simples e custo eficaz para diminuir a dor e restaurar a amplitude de movimento do ombro após uma lesão ou cirurgia. Estes exercícios incorporam três padrões distintos de movimento do ombro: circundução, flexão e extensão (para frente e para trás) e abdução horizontal (de um lado para o outro).

Os exercícios pendulares geralmente são executadas usando apenas o peso de seu braço. Para aqueles que defendem a idéia de se utilizar pesos, a recomendação é que a carga seja introduzida gradualmente e que não exceda 2Kg (aprendi esta recomendação em um simpósio há muito tempo atrás, e não encontrei na literatura alguma justificativa para este limite).

Exercício de Codman

Eu estava planejando descrever os pormenores dos exercícios pendulares em suas três variações (rotação, para frente e para trás e latero-lateral) quando me dei conta que existe o youtube. Acho que não existe jeito melhor para aprender os exercícios de Codman do que assistindo alguém fazer. O problema é que no youtube tem várias pessoas ensinado o exercícios de forma errada.Pis é, em no youtube nós podemos confiar!
O grande erro na execução desta técnica está em não orientar o paciente a iniciar o movimento pelo corpo. O paciente deve deixar o braço afetado solto, com os músculos do pescoço, ombro e cintura escapular o mais relaxados possível. Ele deve evitar ao máximo contrair os músculos desta região. O movimento do braço deve ser conseguido a partir do deslocamento do corpo (e não ativamente pelo próprio braço). Este é o detalhe mais importante do exercício, e onde a maioria das pessoas erra! O exercício pode até parecer meio ridículo, mas é a maneira correta. Assista o vídeo abaixo e confira um vídeo que apresenta atécnica da forma correta. Perceba como o fisioterapeuta deixa o braço relaxado e inicia o movimento pelo corpo.





Como podem ver, o cara dá uma reboladinha pra conseguir o movimento. Concordo que é um negócio meio ridículo, mas é isso ou ficar com dor e atrasar o processo de reabilitação. Vale a pena enfatizar que o paciente não precisa fazer isso em público.

Encontrei um site chamado CYBERPT que tem um vídeo com a demonstração correta das 3 técnicas de mobilização.
Aliás, se alguém conseguir copiar o vídeo por favor me envia uma cópia, OK?
ATUALIZAÇÃO:
Uma alma generosa atendeu ao meu pedido, copiou e gentilmente enviou o vídeo do site cyberpt. Estou disponibilizando o vídeo na minha pasta do 4shared para quem quiser baixar.
Espero que tenha sido útil.

Segue abaixo mais dois links interessantes

http://www.nismat.org/ptcor/shoulder

http://www.livestrong.com/article/104250-codman-shoulder-exercises/

4 comentários:

Sarah Dias disse...

Realmente, vejo muitas pessoas iniciarem o movimento pelo próprio braço. Muito legais estas dicas e observações! Valeu Humberto!

LU fisio disse...

Oi, gostei muito dos seus esclarecimentos, parabéns e muito obrigada. Mas e qto a realização de movimentos pendulares em decúbito ventral, deixando o braço solto, vc sabe alguma coisa sobre o assunto,percebi que é uma forma muito praticada em clinicas q fiz estágios e trabalhei aqui na Bahia (na verdade praticamos as duas formas). Desede de já agradeço.

Anônimo disse...

Da para fazer de maneira passiva,se o terapeuta pendular para o paciente fica mais fácil :P

Monique Ellen disse...

Obrigada pela informação, não sabia que essa era a forma correta de realizar, nada como um aprofundamento nos estudos, estou estudando para concurso e seu blog tem me ajudado bastante. Abraço!!