Ebooks

INFORMAÇÃO IMPORTANTE
Infelizmente o 4shared bloqueou o acesso a conta onde eu armazenava os e-books (aparentemente tem algo haver com direitos autorais). Assim que tiver um novo site para armazenamento enviarei os links.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Acupuntura, Fisioterapia e oportunidades

O mercado de trabalho exige do fisioterapeuta o domínio de diferentes recursos terapêuticos. Obviamente não é possível oferecer a formação completa em todos os recursos existentes ao longo da faculdade, sendo que na maioria das vezes é necessário cursar uma pós-graduação para tal. Justamente por esta grande variedade de cursos a escolha da pós-graduação torna-se um problema, afinal de contas o mercado oferece um número sem fim de cursos; podemos dizer que é pós-graduação para todos os gostos e bolsos... e agora, qual escolher?
Infelizmente não tenho como dar uma resposta a este dilema mas posso oferecer algumas informações para tentar ajudar na escolha.
A postagem de hoje é sobre acupuntura. Porém não vou falar sobre os meridianos de energia e nem sobre a teoria dos 5 elementos. Pretendo abordar uma dúvida mais próxima da realidade de muitos colegas, um assunto que pode ser resumido em uma única frase: O investimento em uma especialização em acupuntura vale a pena?

Acupuntura, Medicina Tradicional Chinesa e a Fisioterapia.
Ao contrário do que muita gente pensa, a acupuntura não é a única abordagem de tratamento utilizada na China. Na verdade, ela faz parte de um conceito, ou melhor, de uma filosofia de tratamento muito mais abrangente, a qual envolve dietética, fitoterapia, técnicas de massagem e até exercícios. Todos estes recursos com forte influência da filosofia Taoista, em particular dos conceitos de Yin e o Yang a qual é denominada no ocidente como Medicina Tradicional Chinesa (MTC).
Ao se inscrever em uma especialização em acupuntura, que dura em média dois anos, você também aprende um pouco destes outros recursos da MTC, porém a ênfase é na acupuntura propriamente dita. É importante ter em mente que a acupuntura não se restringe a memorizar os locais onde se deve inserir as agulhas. Nos primeiros meses você deve aprender um pouco de filosofia e teoria energética da MTC. Acredite em mim, é muuuito diferente de tudo o que você já viu na faculdade (mas com o tempo você aprende, ou surta). Acupuntura e oportunidades de trabalho
Na minha opinião, a grande vantagem da especialização em acupuntura está no fato de que o fisioterapeuta fica com praticamente uma segunda profissão. O que quero dizer com isso é que a acupuntura abre um leque de possibilidades que extrapola as indicações tradicionais da fisioterapia, principalmente no que se refere ao tratamento complementar do tabagismo, dificuldades de sono, stress, dores, emagrecimento, isso sem contar com a acupuntura estética.
Uma outra grande vantagem reside no fato e que o desgaste físico do fisioterapeuta em uma sessão de acupuntura é bem próximo de zero quando comparado a uma sessão de cinesioterapia. Além disso, ao contrário de um consultório de fisioterapia que geralmente demanda uma sala com maca, tatame, equipamentos e espaço para os exercícios terapêuticos, um consultório de acupuntura pode ser montado apenas com uma mesa e uma maca. O gasto com material também é outro ponto forte: Um par de luvas descartáveis e uma ou duas cartelas de agulhas descartáveis. O investimento pesado mesmo são os dois anos de curso, o aluguel do consultório (também divulgação e alguns outros cursos em paralelo que podem ser feitos, como por exemplo auriculoterapia.

Acupuntura associada a Fisioterapia
Mas se você quiser incluir a acupuntura em sua sessão de fisioterapia, esta também é uma possibilidade interessante. Já vi trabalhos em congressos falando da acupuntura como pré-cinesioterápico em pacientes com cervicalgia e ombro congelado. Nestes trabalhos, se não me falha a memória, era feita uma sessão de acupuntura prévia, seguida da estimulação de pontos auriculares com agulha para gerar anestesia e possibilitar um melhor desempenho durante a cinesioterapia. Eu me lembro que até brinquei dizendo que a fábrica de TENS estava com os dias contados.
Uma outra técnica interessante é a do agulhamento seco, que não envolve necessariamente a teoria dos meridianos de energia. Trata-se do agulhamento direto dos trigger points, com a intenção de dissolver os nódulos musculares. Eu trabalhei em uma clínica de dor crônica que usava esta técnica, e era impressionante a melhora dos pacientes quando este agulhamento era seguido de uma sessão de fisioterapia envolvendo a compressão isquêmica para inativação ainda maior dos trigger points agulhados.
Li também um trabalho que falava da acupuntura prévia ao tratamento da paralisia facial periférica. Enfim, dá pra ver que é possível combinar a acupuntura e a fisioterapia na mesma sessão de tratamento.

Finalmente
Antes de concluir esta postagem, quero deixar claro que não sou dono e nem professor de cursos de acupuntura e não ganhei jabá de nenhum curso para fazer esta postagem (embora não seja avesso a propostas).
Na minha opinião existem muitas vantagens em se especializar em acupuntura, principalmente para quem se sente atraído pela cultura oriental, e os riscos de se fazer uma especialização de acupuntura são os mesmos de quem faz qualquer outra pós . . . ou seja: não conseguir se inserir no mercado de trabalho. Quanto a isso, o remédio é o mesmo para qualquer profissional, seja ele(a) acupunturista ou não. A inserção no mercado de trabalho depende de uma boa dose de determinação, associada a competência, estratégia de marketing pessoal e sorte, muita sorte (não necessariamente nesta ordem de importância).

Boa sorte e sucesso

3 comentários:

Jonas F. Magnabosco disse...

Muito interessante, sempre me interessei muito por acupuntura, provavelmente devido a sua ligação íntima com artes marciais (que gosto de praticar), tive uma cadeira eletiva de acupuntura na faculdade, e acreditem, é diferente de tudo mesmo!

Patricia disse...

Olá Humberto, deixo te perguntar uma coisa nao sou da area da fisioterapia, mas como meu pai precisou de sessoes de acupuntura, ele foi ao médico, e entao ficamos em dúvida se no Brasil é só o medico agora que pode aplicar esta tecnica, ou o fisio tb pode.
obrigada

Humberto Neto disse...

Olá Patrícia,
O fisioterapeuta pode sim exercer a acupuntura. Esta especialidade tem amparo legal e é reconhecida pelo Conselho de Fisioterapia.
Atenciosamente
Humberto