sábado, 25 de fevereiro de 2012

Adolescente faz arremessos de basquete em coma

Em 2008 Maggie Meier, uma adolescente do estado do Kansas, EUA, entrou em coma após sofrer uma convulsão. O diagnóstico apontou como causa um edema cerebral devido a meningoencefalite.
Ela permaneceu em coma por quase 3 meses. De acordo com o jornal “Daily Mail”, certo dia a mãe de Maggie resolveu deixar uma bola de basquete nas mãos da filha enquanto ela estava sentada em uma cadeira de rodas - mesmo comatosa - já que a jovem era uma entusiasta do esporte. Para a surpresa de todos ela simplesmente segurou a bola e a arremessou como se tentasse acertar em uma cesta. Durante a temporada de Maggie no hospital ela repetiu a ação muitas vezes, dando a impressão de que estava acordada e jogando, no entanto, logo em seguida o movimento cessava e ela voltava ao coma

- O ato de fazer arremessos de basquete pode ter sido assimilado como um dos instintos básicos de Maggie. O movimento voltou a ela, mesmo antes de ela ter sido capaz de se levantar ou andar novamente - explicou William Graf, neurologista da adolescente.
Enquanto fazia os arremessos, Maggie muitas vezes parecia estar acordada. Mas voltava adormecer momentos depois. Desde que saiu do estado de coma, a adolescente teve que aprender tudo de novo: ler, andar e até falar. A recuperação total durou quase quatro anos, mas ela não pensa muito nisso.
- Quando estou aqui fora, não penso muito no que passou... Mas quando lembro, penso que foi incrível ter jogado basquete mesmo em coma - disse Maggie, que joga no time da escola.

Fonte:
http://www.dailymail.co.uk/health/article-2105186/Teenager-Maggie-Meier-contracted-brain-disease-pictured-shooting-basketball-hoops--COMA.html

http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/inacreditavel/2012/02/23/295017-adolescente-joga-basquete-mesmo-em-coma

http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/americana-faz-arremessos-de-basquete-mesmo-em-coma-4049553.html

2 comentários:

Bruna disse...

Incrível!Soube de movimentos menos elaborados realizados por pacientes comatosos, mas algo assim é a primeira vez. Acho que deveria ter mais trabalhos sobre o impacto na mobilização, sedestração e ortostase em pacientes em coma.

readaptando para viver melhor disse...

Também estive em coma e a primeira coisa que fiz por completo foi cantar o hino do Botafogo F.R. andei em 4 anos e a previsão dos médicos era uns 15 anos
espero me comunicar com alguem pois a minha evolução é digna de estudos e um livro p/ facilitar a recuperação de outros que tiveram perda de massa encefalica