sábado, 17 de junho de 2017

Fortalecimento de Glúteo Médio


Saudações!
Com a postagem de hoje eu fecho uma trilogia que buscou debater (mesmo que brevemente) o papel dos músculos glúteos na estabilização do membro inferior. (Dor no Joelho causada por fraqueza dos glúteosValgo dinâmico de Joelho ), nada mais justo do que finalizar a sequência de postagens com uma publicação sobre os exercícios mais indicados para o glúteo médio. 
Pesquisando quais exercícios podem ser utilizados no fortalecimento dos músculos glúteos encontrei um artigo bem legal que investigou por meio de eletromiografia os exercícios que ativam de forma mais efetiva o glúteo máximo, isolando o tensor da Fáscia Lata.
O artigo é Which Exercises Target the Gluteal Muscles While Minimizing Activation of the Tensor Fascia Lata? Electromyographic Assessment Using Fine-Wire Electrodes, pode ser baixado clicando >>> AQUI <<<
Abaixo os 7 exercícios mais indicados 

Exercício#1 – Abdução de Membros Inferiores em Decúbito Lateral
Posição inicial: Paciente deitado em DL na maca, com ambas as pernas fletidas 45 graus no quadril e 90 graus de joelhos, com o lado que será fortalecido para cima. O paciente deve manter as costas e a planta dos pés apoiadas na parede para controlar a postura e o movimento. O paciente deve ser instruído a afastar os joelhos, elevando o de cima até aproximadamente 30graus de abdução e depois abaixando o joelho sem perder o contato das costas e dos pés contra a parede. Este exercício pode ser feito com resistência elástica progressiva.


Exercício#2 – passos laterais com resistência elástica
Posição inicial: Paciente de pé, mantendo uma postura de agachamento com os joelhos levemente fletidos como na figura ao lado. O paciente deve ser instruído a dar passos laterais seguidos, sempre mantendo o agachamento. A faixa elástica pode ser posicionada acima dos joelhos, ou em “X” passando pelos pés.





Exercício#3 – Ponte
Posição inicial: Decúbito dorsal, com 90 graus de flexão de joelhos e 45 graus de quadris. Atenção para manter os membros inferiores em posição neutra, sem rotação e nem abdução, pés em apoio plantar sobre a maca. O paciente deve elevar a pelve até os quadris chegarem a posição neutra (zero de flexão/extensão).


Exercício#4 – Ponte com apoio unilateral

Posição inicial: A mesma do exercício de ponte bilateral, exceto que o membro inferior a ser trabalhado deve permanecer elevado. O paciente deve elevar a pelve sem permitir rotação ou abdução do membro inferior que permaneceu apoiado.   



Exercício#5 – Extensão de quadril na posição quadrúpede
Posição Inicial: Posição de quadrúpede com apoio sobre os cotovelos. O paciente então eleva o membro a ser trabalhado, mantendo o quadril e joelho a zero graus, e então retorna  aposição inicial.


Exercício#6 – Extensão de quadril na posição quadrúpede com joelho fletido

Posição Inicial: O exercício é feito da mesma forma que o exercício anterior, exceto que o paciente mantém o joelho fletido a 90 graus ao longo de todo o exercício.






Exercício#7 – Agachamento

Posição inicial: de pé com quadris e joelhos a zero graus no plano sagital, com discretaa rotação externa , de modo a pés e hálux apontado aproximadamente 15º de rotação externa. Sujeito então agacha a 90º de flexão de quadril e joelho.

Um comentário:

Mark Jones disse...

Excellent Blog! I would like to thank for the efforts you have made in writing this post. fellowship in plastic surgery